Chi Sau é um dos mais emblemáticos conteúdos do Sistema Wing Chun.


Somente pensando “naquilo” !

Meu maior problema na época era tentar encaixar no que eu entendia que seria uma situação de luta, o que estava aprendendo. Mais tarde, ouvi de meu Si Fu : “Nada do que você está aprendendo servirá para a luta” – Eu preferi acreditar que ele estava brincando e segui em frente, mas com a experiência dos anos posteriores, entendi que na lógica clássica chinesa, não existe a ideia de “Teoria” e “Prática”.

Não se tem acesso a algo no Kung Fu para depois ir atrás de sua aplicação no real. Porque para o Pensamento Clássico Chinês, todo o real se apresenta como um processo regulado e contínuo , decorrente da simples interação do que se está em jogo. Esse Pensamento Clássico , concentra sua atenção no curso das coisas, pois estando envolvido nele , ele busca descobrir a coerência entre os movimentos e tirar proveito disso.

Por isso que ao invés de buscarmos a chamada “aplicação”, vamos nos obstinar a descobrir os fatores favoráveis de uma configuração em “Taan” , “Bong” e “Fuk” como a do “Daan Chi Sau”. Resumidamente, ao invés de partirmos de um plano, ou seja: “O que está na forma, aplicar a força na realidade”, vamos nos apoiar nos potenciais de situação.

Por isso o Ving Tsun (Wing Chun) Kung Fu quando aborda o CHI SAU, aprofunda idéias e conceitos estratégicos que demandam muito estudo e atenção!  Procure ficar atento quando chegar a hora em sua “Sala de Aula” na Moy Ka WebClass de começar a estudar o Daan Chi Sau e o Seong Chi Sau.

Vejo vocês lá!


Comments (1)

“Chi Sau” é considerado um dos mais complexos e ricos conteúdos do sistema Wing Chun. Um dos grandes traços especiais da família Moy Ka Lai To é o conceito de “linha central”. Assistam as aulas e verão como o “Chi Sau” é praticado de maneira distinta, onde o objetivo maior não é acertar o outro, vencer a qualquer custo ou simplesmente “pontuar”. Não pensar em “luta” é essencial, ou melhor, outro tipo de luta será necessária: a suavização da força bruta, a construção de sensibilidade nos braços e pernas, a tranquilidade emocional em momentos de crise. Como sempre diz Sifu Monnerat: “Não menosprezem Chi Sau!”.

Deixe um comentário